Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘álbum’

 

Esse já está aqui faz tempo, mas eu nunca consigo postar… Aliás, estou postando tão pouco, neam? Tá  td corrido demais, quase não dou conta… depois eu venho aqui com calma e tempo e atualizo tudo. Enquanto isso nao acontece, segue fotinho de mais um trabalho: um álbum que foi pra maternidade e serviria  também como livro de assinaturas.

 

Gostaram?

Beijos,

Van

 

 

 

Anúncios

Read Full Post »

Amanhã vamos nos reunir pra fazer uma capa de álbum do Curso “Estilos no Scrapbooking”, onde usamos páginas no tamanho 22x22cm… Eu fiz a minha hj, só pra “me divertir” amanhã, e não resisti, vim mostrar pra vcs!!

Tentei colocar o “meu estilo”, o que vcs acharam??

Imagem 463

Imagem 464 pintei o fundo com tinta acrílica, usei papéis da Prima, flores, pintei as letras de EVA com gesso acrílico….

Imagem 465

Imagem 468

Até amanhã, gurias!!

Bjs

Van

Read Full Post »

Foi diferente e muito especial… em meio a muitas conversas, risadas, histórias e contos….fizemos a capa de um livro… para o trabalho de término de curso de “arte-terapia”… O tema era “A Bela e a Fera”, um trabalho muito bem elaborado, especial mesmo, amei!

O tamanho do caderno é que foi “empolgante”… 1.00 metro por 0,50cm!! vcs tem noção disso?? E de encadernar isso com tecido e ainda colocar uma faixa de 0,8cm de espuma no meio? Empenho total….. olha só:

12092009(001)

… foi a primeira vez que escutei a estória, e foi muito interessante, amei e achei super mega profundo…

12092009(002)

12092009(005)

12092009(006)

12092009(008)

Fátima, obrigada pela tarde, foi muito especial pra mim!!

Van

Read Full Post »

Recebi a encomenda de um mini-álbum com fotos de um casamento. Peguei as fotos reveladas e tive a idéia de usar MDF nas capas do álbum e produzir ele ‘em pé’, para que ele se torne um porta-retrato, um enfeite, um mimo pra casa…

E eu amei o resultado! Ficou bem delicado, sensível, gostei demais!
O tamanho dele é 16x16cm nas capas de MDF e 15x15cm as páginas de dentro.

Usei papéis Toke e Crie. O que vocês acharam???

I 015Essa é a capa, em MDF, com as iniciais do nome dos noivos…

I 016

I 017Algumas das páginas… nao escrevi nada, nem títulos, achei que assim ficou mais delicado.

I 018

I 030

I 033

I 044O álbum aberto. A capa e a ultima página, que foi a contra capa mesmo, e fica como um porta-retrato.

I 045Em pé.

I 047

I 048

I 046

Bjs,

Van

Read Full Post »

Recebi uma encomenda muito especial, há pouco mais de um mês: organizar todas as fotos de um casal que estaria completando 15 anos de casados.
Foram quase 240 fotos. Ela queria presentear o marido, no dia do aniversário de casamento deles.

Foi muito legal e envolvente produzir o álbum. Fiz em formato 30×30, com todos os recadinhos de amor trocados entre eles, cartões, cartas, postais, lembranças… A esposa, Zete, minha podóloga, se esmerou nas informações. Letras de músicas, fotos significativas, e uma linda carta de amor, linda, de chorar!

O álbum ficou lindo. Perfeito, enorme! Eu amei! Me envolvi muito e aprendi a admirar o casal. Uma história linda de amor e superação. Falei isso tudo pra ela no dia em que entreguei o álbum pronto. Ela ficou super feliz. Tenho certeza que ela nao esperava que ficaria tão lindo, tão especial, foi muito legal ver sua reação, ver os olhos brilhando, a satisfação! Muito bom.

Ela entregou o álbum no dia seguinte, 26 de Fevereiro. Ele amou. Folheram o álbum juntos, comemoraram os 15 anos… As fotos todas organizadas, muito legal! E eu fiquei satisfeita com meu trabalho.

Na semana seguinte eu viajei, e no retorno, encontraria com a Zete para devolver algumas fotos que nao foram utilizadas, pegar uma parte do pagamento e umas canetas que emprestei pra elas escrever algumas coisas a mais em algumas páginas….

E aí que vem a minha maior surpresa, indignação talvez, um choque com a vida, com a minha própria vida.

Zete faleceu. Exatamente 1 semana depois de completar 15 anos com seu marido. Uma complicação inesperada numa cirurgia que seria simples demais, daquelas só pra ‘corrigir alguma coisinha’, que nem precisava fazer agora, mas que ela agendou e fez….

Fui ao encontro dela, e eis que ela… nao existe mais? Como assim? Ainda estou muito chocada, embasbacada com a vida, com a rasteira que a gente leva, com nossa arrogancia em achar que temos controle de tudo, quando na verdade, somos nada.

O peso do álbum mudou completamente. Parece que foi uma despedida. Ela organizou tudo, escreveu uma carta de amor lindíssima, presenteou seu amado, e foi embora…

Eu ainda preciso entrar em contato com eles, pra devolver a bolsa com as fotos nao usadas, que ainda está comigo…  e sinceramente, assim como nao sei mais o que escrever aqui, nao sei o que dizer pra ele também… Espero e oro para que ele seja consolado, e para que nós, meros mortais, tenhamos consciência de que amanhã poderemos nao estar mais aqui… Que nossa vida pode acabar hoje, do nada… por mais sonhos e planos que façamos.

E a gente deixa a vida passar como areia no meio das nossas mãos. Rompemos amizades por bobeiras infâmes, ofendemos por um orgulho podre, deixamos de amar, deixamos a vida passar… talvez precisássemos entender essa ‘pressa’ necessária para se viver… de fazer hoje, de consertar hoje, de amar e dizer que se ama, hoje! Amanhã talvez eu ou você nao existamos mais… e aí, nada mais pode ser feito.

Aprendi muito nesses dias, e tenho pensado muito. E percebido muito o quanto a vida tem ‘escorrido’ no meio das minhas mãos, e o quanto eu preciso vivê-la!

Eis algumas fotos do álbum:

img_0289

img_0285

img_0283

img_0281

img_0278

img_0277

img_0275

img_0274

img_0273

img_0269

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: