Feeds:
Posts
Comentários

Archive for julho \20\UTC 2011

Se tem uma  coisa que eu tenho como verdade absoluta na minha vida, é que AMIGOS SÃO TUDO. Tudo. São fundamentais, são base, sao porto seguro. Amores vem e vão, amigos ficam, permanecem.

Eu passo isso para o Lucca, sempre. Quem não tem amigos, boa pessoa não é. E quando falo AMIGOS, estou falando de pessoas que vc pode contar pra rir e pra chorar… que olham nos seus olhos e te falam verdades que precisam ser ouvidas, que ajudam, que cuidam, que zelam. Isso nao quer dizer que vc tenha que falar com essas pessoas todos os dias… vc sabe que pode contar, vc sabe que torce por vc, e vc torce também, lembra sempre, quer a felicidade e é capaz de tudo!

Amo demais e confesso que nao vivo sem meus amigos. Agradeço de coração a todos, por tudo, por  cada detalhe… por cada risada, cada choro, cada vez que me ouviram chorando no telefone, cada abraço que recebi… é o que me fez viver, o que me mantém, o que me faz mudar, o que me faz crescer!

Amo vocês,

 

E aí que neh? Hj de tarde teremos um café bem gostoso aqui no atelier.. bolinho, café, coca cola (obvio, rs) e bastante risada.. aparecam!

Anúncios

Read Full Post »

Aí que deu vontade de escrever. Rs. Estou num daqueles dias inspirados, sabem como? Não sei bem em que sentido, mas né? Adoro dias assim. Não, não são dias raros, mas também não é todo dia assim…

Fiz um LO pra mim. Sábado.  Distressei pra caramba (adoro), fiz o que eu gosto e de boa, nem me preocupei se estava ficando bom ou nao.. blé.

Conhecem o “Pedaços de Mim”, da Martha Medeiros? Não existe nessa vida tradução mais perfeita de mim…Adoro. E o que mais me dá vontade de viver é saber que eu conheci, conheço e vou conhecer pessoas que tem esse mesmo perfil… que sao “feitas” das mesmas desilusões, de tombos parecidos, de rasteiras da mesma vida… Não “guento” gente nomalzinha não… que vive uma vidinha hipócrita e não tem coragem de botar a cara pra bater e viver o que tem que ser vivido… nao gosto de quem sobrevive. Gosto de quem luta pra VIVER. Gosto de quem dá valor pra liberdade, mesmo que se viva dentro de uma gaiola. Gosto de pessoas autênticas, com muitos defeitos e que saibam e admitam cada um deles. E olha, conheço ALGUMAS pessoas assim…

Passaram pela minha vida gente que aparentava ser tudo isso, mas nem era, rs. Gente normalzinha que se diz ser DIFERENTE, mas é MAIS NORMAL do que pensa.  Já vi e vivi tanta coisa, tantas pessoas que não sabem nem quem são.. que nao sao intensas, nem profundas, nem dispostas.

Que com o tempo vou aprendendo a discernir e a escolher as que quero perto de mim. A vida ensina, pra quem quer aprender… quem não quer, nem do lugar sai. E eu dou muito, muito valor pra esses tesouros que eu tenho. Quando escolhi a foto para o LO, não via possibilidadade de usar outra, tinha que ser essa.

Eu estava em Santos, fui socorrida num momento muito “punk” da minha vida, e depois de alguns dias de colo, carinho, conversa, choros, ela conseguiu me arrancar um sorriso. Um sorriso de recomeço, mas nao só isso…

Um sorriso de quem quer aprender. Um sorriso de gratidão, mesmo tomando na cabeça”quase que sempre”, rs. Um sorriso merecido. Pra uma pessoa que merece sorrisos. Pra uma amiga que não ve impossibilidades, nem circnstâncias que nao possam ser superadas.

Várias pessoas passaram pela minha vida… Algumas  ficaram, e outras eu sei que ainda virão. Ju Santana é uma que eu nao largo mais, nunca mais. Uma pessoa que vive numa gaiola, e foi colocada la dentro pela vida… mas sabe gente que mesmo assim, consegue cantar? Sabe aquele tipo de gente que você conhece a história, e a cada dia que passa, admira mais ainda? Que nao sabe tudo da vida nao, mas que faz o possível pra aprender. Que tem suas limitações e sabe de todas elas, mas nem por isso deixa de sorrir.


Aprendi muito com ela. Confesso que se não fosse a amizade e a cumplicidade que temos, eu nao teria me reerguido tantas vezes, nao teria conseguido ver as coisas como eu vejo hoje, não conseguiria ter sobrevivido às tempestades que me cercaram nesse tempo todo…

Ju me ensina sempre. Me ensina que a gente precisa viver no meio do ceu cinza, em vez de ficar esperando o sol aparecer. Me ensina que a gente erra pra caramba, e que é assim mesmo e que neh? Se o preço de sermos autênticas e livres é nos fecharmos no nosso casulo e voarmos esporadicamente, que seja.

Obrigada, amiga, por ser quem vc é.

Por ser tão parecida e tao diferente de mim, ao mesmo tempo. Por ser a única pessoa nessa vida de “meldels” que me entende tipo… “do início ao fim”, rs. Por ser tão exemplo pra mim… de guerra, de luta, de tudo. Por ter reagido às tuas tempestades de forma tão incrível e principalmente por me deixar fazer parte disso aí tudo… te amo demais, demais.

Eu sei que pessoas assim, como a Ju, são raras, quase nao existem, mas eu oro e torço pra que só “esse tipinho” apareça na minha vida…. e eu? Eu sou totalmente “Pedaços de mim”:

Eu sou feito de
Sonhos interrompidos
detalhes despercebidos
amores mal resolvidos

Sou feito de
Choros sem ter razão
pessoas no coração
atos por impulsão

Sinto falta de
Lugares que não conheci
experiências que não vivi
momentos que já esqueci

Eu sou
Amor e carinho constante
distraída até o bastante
não paro por instante


Tive noites mal dormidas
perdi pessoas muito queridas
cumpri coisas não-prometidas

Muitas vezes eu
Desisti sem mesmo tentar
pensei em fugir,para não enfrentar
sorri para não chorar

Eu sinto pelas
Coisas que não mudei
amizades que não cultivei
aqueles que eu julguei
coisas que eu falei

Tenho saudade
De pessoas que fui conhecendo
lembranças que fui esquecendo
amigos que acabei perdendo
Mas continuo vivendo e aprendendo.

 

Bjs

Van

Read Full Post »

 

Então,

Essa caixa foi encomenda da Iriana, cliente e “da casa” já, rs. Ela trouxe a caixa e eu fiz o trabalho:

 

Gostaram?

 

Bjs,

Van

 

Read Full Post »

Eu fiz esse porta-chaves pra Allana, amiga da minha prima… Fiz do jeito que eu mais curto, bem vintage…

Gostaram?

Bjs

Van

Read Full Post »

Mais um caderno de receitas…

Esse já está pra ser postado faz tempo…

bjs

van

 

Read Full Post »

Kit cozinha…

Uma cliente nossa encomendou quase tudo pra cozinha dela: porta galão de água, porta saco, avental, etc, olhem só:

Read Full Post »

Eu queria escrever, falar (coisas que faço tããão pouco, neam? rs), estou aflita, nervosa, precisando extravasar… queria entender algumas coisas, queria questionar outras tantas, queria ignorar outras e conseguir viver sem olhá-las ou sabê-las.
Queria entender porque as pessoas não vivem suas próprias vidas e cuidam da vida dos outros, porque as pessoas complicam o que é tao simples,  porque as pessoas nao sao mais práticas, verdadeiras no que fazem, no que falam…
Eu trabalho pra caral…., corro atrás de coisas que nem sei direito se vão dar certo, mas meu Deus, eu nunca agiria de forma desonesta ou copiaria alguma colega artesã (posso até copiar, mas eu peço antes e dou os devidos créditos, rs), e sinceramente não entendo porque acontece tanto disso no nosso meio.
Já vi casos da minha amiga Adri, da Cia da Arte, em que uma concorrente pegou foto do trabalho dela e, na cara dura, pegou a autoria pra si, colocou pra vender e tudo, acreditam? Ela me mostrou as fotos e ficamos indignadas juntas…
Já vi calendários de cursos das meninas do Quintal ser copiado até em “vírgulas”, termos, técnicas, tudo… e ficamos indignadas juntas…
Já vi trabalhos meus sendo copiados no ELo7  também, já que eu não coloco meu nome na foto, fica mais fácil. E não coloco mesmo, acho o cúmulo alguém entrar no meu blog, ver meu trabalho e copiar como se fosse dele, e eu ter que ficar editando foto minha pra evitar isso.
Aqui em Curitiba temos várias lojas de scrapbook, em São José, onde eu moro, não tem nenhuma… eu já soube de casos de cópia, de briga, de imitação, etc, e sempe defendi que cada um tem que ir atrás do seu próprio talento, respeitando quem está trabalhando na mesma área.  E esse respeito pode ser tanto nas ideias e projetos quanto no espaço físico mesmo, vcs nao acham?
Ontem fiquei sabendo que numa cidade beeeeeem longe, (rs) uma scrapper amiga, ao entrar no seu carro, viu que tinha um folder. Folder de outro atelier de scrapbook, vcs tem noção? Que a pessoa foi até o atelier da scrapper colocar folder nos carros das alunas que estavam tendo aula? Me diz se isso não é final de carreira? Falta de noção total…
Esse fato, mais recente, me indignou muito e me fez parar pra pensar, sabe? Pensar em até onde a gente pode apelar, a gente pode caminhar, ir.
Não existe mais respeito pelo trabalho dos outros? Precisa se declarar uma guerra desse jeito? O que acontece? Qual é a maldade do negócio? E pior né? Claro que o atelier que fez isso é EVANGÉLICO. Queria muito saber o que G-zuis acha disso tudo… de alguém se declarar totalmente cristão e agir com tamanha hipocrisia.
Primeiro a gente tinha que saber ver se a gente mesmo tem a “mão” para aquilo que queremos fazer. Se temos talento, se conseguimos pensar as coisas por nós mesmos ou se temos que recorrer à ideias alheias e projetos dos outros. isso é básico. Depois disso analisado e concluído (muita gente, inclusive essa concorrente, ja deveria ter parado nessa análise), devemos ver quem são nossos concorrentes, e tentar ter um relacionamento saudável com todos, pois uma hora um pode precisar do outro, e ninguém consegue fazer as coisas totalmente sozinhos. E quando eu falo de boa convivência, estou falando de verdade, nao de hipocrisia ou de falsidade não. É necessário e é bom que seja assim. Aí sim você consegue desenvolver um bom trabalho, ir pra frente… Com hipocrisia e invadindo o espaço do outro, estaremos fadados ao fracasso…
No caso, fica a dica, rs….

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: